Skip to main content

La recette de la crème Chantilly

La recette de la crème Chantilly

  • 1 xícara de creme de leite fresco, pois o creme de leite de lata ou de caixinha não serve para esta receita.
  • 1/3 de uma xícara ou 1 colher de sopa de açúcar. Açúcar de confeiteiro é mais indicado porque mistura mais facilmente
  • 1 pitada de sal

Deixe o creme gelado. Quanto mais gelado ele estiver, mais fácil fica de bater. Planeje-se para bater o creme a partir do instante em que você o tira da geladeira ao invés de deixá-lo em cima da mesa por algum tempo. Se possível, coloque a tigela onde o creme será batido na geladeira.

Acrescente o açúcar e o sal. O sal serve para contrastar com o doce e realçar o sabor do creme. Use uma colher ou batedor de ovos para misturar bem.

Bata o creme. Use um batedor grande e comece a bater com um movimento circular. Bata o mais rápido possível para ajudar o ar a mudar a consistência do creme de um líquido pesado para uma substância fofa e leve.

É preciso um pouco de prática para aprender a bater o creme à mão. Deve-se trabalhar rápido o suficiente para não deixar o creme degelar demais. Troque de mão se a que estiver batendo ficar cansada.

Use uma batedeira para facilitar o trabalho. Coloque a tigela embaixo da batedeira de deixe a máquina fazer todo o trabalho. Pode-se usar também uma batedeira portátil, dessas que você segura com a mão, para fazer movimentos circulares suaves.

Fique atento à formação de pontas. A primeira mudança que você vai observar é quando a batedeira começar a deixar uma trilha no creme, indicando que ele se tornou mais sólido na textura. Continue batendo até que quando você levantar a batedeira do creme, dê para ver pontas mais ou menos firmes se formando.

Há quem prefira um chantilly mais mole, que escorre deliciosamente pelos lados de bolos e tortas. Outros preferem o chantilly bem firme para colocar por cima de sobremesas. Continue batendo até atingir a consistência de sua preferência.

Pare de bater antes que o creme vire manteiga. Se você bater por tempo demais (o que é fácil de acontecer com uma batedeira elétrica), o creme vai virar manteiga. Caso isso aconteça, guarde a manteiga para fazer outra delícia e comece do zero com uma leva nova de creme.

Bon courage!!..rsrs

Recettes délicieuses-

Olá, Sou a Cláudia de Cássia e gostaria de passar pra você uma ” recette délicieuse”

Madeleines Parfaites

Podemos dizer que “Madeleine” é um bolinho francês em formato de concha, originário da comunidade de Commercy, na região de Lorraine. São famosas por terem aparecido na obra de Marcel Proust quando ele se referia as suas lembranças gustativas, pois a comida carrega consigo um forte componente psicoemocional. Portanto, ele relatou que o ato de mergulhar em uma xícara de chá um desses bolinhos aromatizados, serviu de inspiração para escrever o episódio da madeleine, um dos mais famosos de “Em busca do tempo perdido”,( À la Recherche du temps perdu) obra publicada em sete partes, entre 1913 e 1927.

São macios e suaves, ótimas para um café da tarde e por que não fazer exatamente como Proust fazia?.. molhar na xícara de chá… uhhh…rs

Vamos à “recette”

Madeleines Perfeitas

3 ovos
120 g de farinha de trigo
110 g de manteiga ou margarina
100g de açúcar
1 pitada de sal
¼ de colher de café de fermento em pó
1 colher de café de mel
Misturar os ovos inteiros, o açúcar e o mel, bater delicadamente por 4 à 5 minutos. Incorporar a farinha de trigo e o fermento em pó. Misturar até ficar homogêneo.

Juntar a manteiga derretida e o sal, misturar bem. Cobrir com um filme plástico e deixar descansar pelo menos 1 hora na geladeira.

Preencher as forminhas de silicone no máximo de ¾ da sua totalidade, pois elas vão crescer e pode transbordar.
Assar 1 minuto em forno à 240° C, depois reduzir à 200° C durante 4 minutos e deixar assar mais 5 minutos suplementares à 180° C et voilà… estão prontos e só deixar esfriar e miam…miam…rs

Se gostou, deixe um comentário. À la prochaine!

Recettes délicieuses

Salut! Ça va bien? Aqui, vamos disponibilizar “recettes délicieuses”

 

Gâteau à la banane façon Tatin

bolo de banana

Une réconfortante recette de gâteau à la banane aux saveurs épicées, parfaite pour le dessert ou le brunch, présentée par Lorraine Pascale . Diponível no link: http://recettes.zeste.tv/4003-gateau-a-la-banane-facon-tatin/

Ingrédients

Caramel

50 ml de beurre

50 ml de cassonade

La Génoise

150 ml de beurre

175 ml de vergeoise

Une poignée de pacanes grillées

4 oeufs de grosseur moyenne

Quelques gouttes d’extrait de vanille

100 ml de farine avec levure incorporée

75 ml de farine complète

5 ml de poudre à patê * expression pour levure chimique

15 ml de gingembre moulu

5 ml de cannelle moulue
15 ml de mélasse

Une pincée de sel

2 bananes fermes coupées en rondelles

15 ml d’eau de vie de pommes

PRÉPARATION

Dans une petite poêle faire fondre à feu moyen le beurre et la cassonade. Une fois le beurre fondu, laisser cuire quelques minutes jusqu’à ce que la texture devienne plus épaisse.

Dans un moule carré chemisé d’un papier sulfuré, verser le caramel. Étendre la mixture de façon égale dans le fond du moule. Lorsque le caramel est dur, ajouter les bananes de façon à tapisser le fond du moule recouvert de caramel. Arroser ensuite avec l’eau de vie de pommes.

Préchauffer le four à 350° F.

Dans un mélangeur, ajouter le beurre et la vergeoise jusqu’à ce que la couleur devienne plus pâle. Ajouter ensuite les oeufs un à la fois en mélangeant fermement entre chacun. Ajouter l’extrait de vanille. Finalement, ajouter les farines, la poudre à pâte, le gingembre, la cannelle, la mélasse et le sel. Mélanger et verser ensuite dans le moule sur les bananes et le caramel.

Mettre au four pendant environ 35 à 45 minutes, ou jusqu’à ce qu’il soit cuit.

Un fois cuit, retirer le gâteau du four et laisser refroidir environ 10 minutes. Déposer un plat sur le moule. Verser le moule à l’envers afin de mettre le gâteau sur le plat et retirer le papier sulfuré.

Bolo de Banana  (feito como Tatin)

Uma receita de bolo de banana e sabores de especiarias, perfeito para a sobremesa ou almoço, apresentado por Lorraine Pascale, ( segue o link do site dela acima)

Ingredientes

Para o Caramelo

50 ml de manteiga

50 ml de açúcar mascavo

Para o pão-de-ló

150 ml de manteiga

175 ml de açúcar mascavo

Um punhado de nozes pecans picadinhas

4 ovos grandes

Gotas de essência de baunilha

100 ml de farinha de trigo já com fermento

75 ml de farina de trigo sem fermento

5 ml de fermento em pó  para bolo

15 ml de gengibre ralado bem fininho

5 ml de canela em pó

15 ml de melaço ou Karo

Uma pitada de sal

2 bananas firmes, não muito maduras cortadas em rodelas

15 ml de conhaque ou aguardente.

Preparo

Em uma panelinha derreter a manteiga em fogo baixo e o açúcar mascavo. Uma vez a manteiga derretida deixar cozinhar por alguns minutinhos até que fique com uma consistência de calda meio grossa.

Em uma forma quadrada colocar um pedaço de papel manteiga e forrar o fundo, cobrir com o caramelo e colocar as bananas em rodelas por cima do caramelo. Pulverize o conhaque ou aguardente por cima das bananas. E reservar.

Aquecer o forno a 200° C.

Em uma outra tigela misturar a manteiga, o açúcar  até ficar homogênea, Juntar os ovos um à um misturando rapidamente a cada ovo colocado, colocar a essência de baunilha e finalmente acrescentar as farinhas, o gengibre, a canela, o melaço, o frmento em pó, as nozes pecans e o sal, misturar mais um pouco a massa e colocar sobre as bananas na forma quadrada.

Leve ao forno durante 35 a 45 minutos ou até que esteja assado e dourado, tire do forno deixe esfriar por 10 minutos aproximadamente. Coloque um prato sobre a forma e desenforme, a parte do caramelo e as bananas ficarão para cima e tirar o papel manteiga será mais fácil. Prontinho para servir.

Voilà une recette délicieuse. Bon appétit!…. miam…miam…rsrs

Se gostou, deixe um comentário. À bientôt!