Skip to main content

3 erros fatais no aprendizado de francês.


Muitas pessoas acabam fracassando no aprendizado de francês ou de qualquer outro idioma, às vezes repetidamente, sem nem saber exatamente o porquê.E isso, além de ser frustante, acaba fazendo a pessoa se sentir inadequada, fracassada e querer desistir achando que ela que não consegue aprender por alguma incapacidade intelectual…
Você conhece alguém assim?Listei nesse post 3 erros fatais no aprendizado de francês que se evitados, podem fazer com que você tenha uma história bem diferente com o idioma. ; )
Não praticar

Você sabe a diferença entre estudar e praticar? você estuda um determinado assunto novo, hoje, e isso não quer dizer que você aprendeu, você apenas estudou, conheceu esse novo tópico, mas se você estudou um novo assunto e depois você praticou esse assunto, fez exercícios escritos e orais, fez associações para memorização, utilizou uma ferramenta de repetição espaçada… aí sim você pode dizer que estudou, praticou e aprendeu.Aprender um idioma é como andar de bicicleta. Você pode ter o melhor instrutor do mundo, pode ler todos os livros e manuais de como andar de bicicleta, dominar e dar palestras sobre como andar de bicicleta… porém você só vai andar bem de bicicleta, sentando no banco e pedalando, isso quer dizer, vivenciando, por muitas vezes, por vários dias. E é assim também com um idioma. Escreva, fale, ouça áudios de nativos, leia artigos atuais e livros. Só assim você realmente aprenderá.
Ter medo de errar.

Eu mesma sou prova viva de que ter medo de errar me prejudicou muito no aprendizado de idiomas, ter vergonha de falar errado e acabar perdendo a oportunidade de me comunicar e aprender com os erros. Como já disse antes: “ A falha é o primeiro passo para o sucesso.” Todos os falantes fluentes de francês, um dia foram falantes medíocres, é isso não é pejorativo, estavam aprendendo, falavam com vocabulário reduzido, pronunciavam errado, cometiam erros, mas foram aprendendo com os erros e a cada correção aprendiam algo novo e melhoravam um pouco mais, isso é uma sequência natural no aprendizado: Errar, Aprender, Melhorar.“Você só falha de verdade quando desiste”Veja o exemplo de um bebê que está aprendendo a andar, quantas vezes ele senta, ele cai pra frente, cai pra trás, e mesmo assim o bebê continua firme aprendendo…não desisti nunca e logo ele firma as perninha e aprende a andar atingindo seu objetivo.Se o aprendizado de francês é algo importante para você, você merece se dar quantas chances forem necessárias. Abrace os erros, sabendo que estes são importantes para o seu progresso.Qualquer coisa que valha a pena fazer, vale a pena fazer mal ate pegar o jeito e fazer bem. ; )
Aprender como um robô.

Aprender um idioma não é como aprender matemática. C’est à dire, isso quer dizer que não adianta decorar as regras gramaticais, decorar frases prontas e nem fazer listas de vocabulários e fazer um monte de cópias de verbos conjugados.Para ser realmente produtivo, você deve aprender e já colocar em prática, e se dar a oportunidade de usar e errar para depois aprender e fixar o correto.A melhor maneira de se aprender é como você aprendeu o português quando criança, intuitivamente, utilizando os dois lados do cérebro, o emocional e o analítico. Aprendendo por contexto e na prática.
Agora você sabe o que NÃO fazer quando estiver estudando francês.


Vous êtes prêt(e)? En avant!


Se você quer aprender francês de uma forma fácil, e prática, focando bastante na compreensão oral , conheça agora mesmo o curso Fechado de francês do Pratique Francês neste link http://bit.ly/CursoPratiqueFrancês e faça já a sua inscrição.
A gente se vê no curso. À plus!

Deixe uma resposta