Skip to main content

Je vole – Louane Emera

A música “Je vole” escrita pelo cantor Michel Sardou em 1978. É a canção brilhantemente interpretada pela jovem cantora Louane Emera. Que foi finalista do programa The Voice francês em 2013. E esta música faz parte da trilha musical do filme

“La famille Bélier”. Um excelente filme que deve ser visto.

Je vole – Louane Emera

Mes chers parents, je pars
je vous aime mais je pars
vous n’aurez plus d’enfant
ce soir

je ne m’enfuis pas, je vole
comprenez bien: Je vole
sans fumée, sans alcool
je vole. Je vole

elle m’observait hier
soucieuse troublée, ma mère
comme si elle sentait, en fait elle se doutait
entendait

j’ai dit que j’étais bien, tout à fait l’air serein
elle a fait comme de rien, et mon père dèmuni
a souri
ne pas se retourner, s’éloigner un peu plus
il y a la gare, un autre gare et enfim, l’atlantique

mes chers parents, je pars
je vous aime mais je pars
vous n’aurez plus d’enfant
ce soir

je ne m’enfuis pas. Je vole
comprenez bien: Je vole
sans fumée, sans alcool
je vole, je vole

je me demande sur ma route
si mes parents se doutent
que mes larmes ont coulé
mes promesses et l’envie
d’avancer

seulement croire en ma vie
voir ce qui m’est promis
pourquoi, où et comment
dans ce train que s’éloigne
chaque instant

c’est bizarre, cette cage
qui me bloque la poitrine
je ne peux plus respirer
ça m’empêche de chanter

mes chers parents, je pars
je vous aime mais je pars
vous n’aurez plus d’enfant
ce soir

je ne m’enfuis pas, je vole
comprenez bien: Je vole
sans fumée, sans alcool
je vole. Je vole

la la la la la la
la la la la
la la
je vole

 

Eu voo – Louane Emera

Meus queridos pais vou embora

Eu os amo mas vou embora

Vocês não terão mais filhos

Esta noite

 

Eu não fujo, eu voo

Compreenda bem: eu voo

Sem fumo, sem álcool

Eu voo, eu voo

 

Ela me observava ontem

Incomodada e perturbada, minha mãe

Como se ela sentisse, na verdade ela suspeitava

ouvia

 

Eu disse que eu estava bem, exatamente com um ar sereno

Ela deu de ombros como nada e meu pai impotente

sorriu

Não vire-se, afasta-se um pouco mais

Há a estação de trem, uma outra estação e enfim, o Atlântico

 

Meus queridos pais vou embora

Compreenda bem: vou embora

Sem cigarro, sem álcool

Eu voo, eu voo

 

Eu me pergunto na estrada

Se meus pais duvidam

Que minhas lágrimas correm

Minhas promessas e desejo

De avançar

 

Crer unicamente na minha vida

Ver o que me é prometido

Por que, onde e como

Em um trem que se afasta

Cada instante

 

É estranho, esta gaiola

Que me bloqueia o peito

Eu não posso mais respirar

Isso me impede de cantar

 

Meus queridos pais vou embora

Eu os amo mas vou embora

Vocês não terão mais filhos

Esta noite

 

Eu não fujo, eu voo

Compreenda bem: eu voo

Sem fumo, sem álcool

Eu voo, eu voo

 

La la la la la la

La la la la

La la

Eu voo

Eu voo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *